Calçadão da 13 de Maio



 

Ícone campineiro, onde o antigo e o moderno se contrapõem de forma harmoniosa.  A via nasceu bem antes, mas recebeu essa denominação por causa da abolição da escravatura. Ao longo desse tempo, sofreu transformações. Atraiu a atividade comercial com a inauguração da ferrovia, que antes era centralizada na Rua do Comércio, a Rua do Meio, atual Rua Dr. Quirino. 
Além da importância financeira, o calçadão representa a memória cultural-histórica de Campinas, por onde passaram os primeiros bondes e que preserva prédios tombados, como a Catedral Metropolitana, quatro edificações compõem a trajetória histórica dessa rua: a Catedral de Campinas, a Estação Ferroviária, o Teatro Municipal (demolido) e o casarão Roque de Marco. Ela lembra que a rua, palco atual de constantes manifestações e visitas de figuras ilustres, sempre foi popular, como atesta, em 1903, a passagem de Alberto Santos Dummont pela via.
“Sua tradição e a pluralidade de lojas instaladas em seus nove quarteirões a qualificam como a principal artéria do comércio de Campinas.
“O calçadão da 13 é um grande centro de compras a céu aberto que reúne um mix de comércio em seus mais de 700 metros de extensão.”

Local:
Rua Treze de Maio, S/N - Campinas

Categorias
Comércio