Lago do Café



 

A área do Lago do Café é remanescente da antiga sesmaria do Sr. Francisco Barreto Leme, fundador oficial da Freguesia de Nossa Senhora da Conceição das Campinas do Mato Grosso em 1774, origem de nossa cidade. Como sesmaria, esta área foi produtora e fornecedora de milho, feijão, cana-de-açúcar e aguardente aos tropeiros que seguiam pela Estrada dos Goiáses rumo as minas de ouro de Goiás e de Mato Grosso. No final do século XVIII, estas terras se voltariam para a produção de açúcar e em meados do século XIX, para a produção de café, integrando-se a então Fazenda Taquaral a um processo produtivo que em pouco tempo transformaria toda a história do Estado de São Paulo. Já na década de 1940, a crise cafeeira levaria a incorporação de parte da Fazenda Taquaral ao poder da União, e mais particularmente, ao Instituto Brasileiro do Café (IBC), permanecendo estas terras por cerca de 50 anos com a função de pesquisas agrícolas. No início da década de 1990, enfim, a extinção do IBC permitiu um novo repasse: agora na forma de doação (inicialmente em regime de comodato e posteriormente em caráter definitivo) para o Poder Público Municipal, sendo constituído em 1992 o Lago do Café como um dos mais recentes espaços de lazer da cidade. Na atualidade, o Lago do Café, área com 330.000 m², abriga importantes instituições culturais como o Museu do Café, o Arquivo Público Municipal e Espaço Permanente de Artesanato.

Local:
Avenida Doutor Heitor Penteado, 2145
Horário de funcionamento:

# Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
Abre
06:00
06:00
06:00
06:00
06:00
06:00
06:00
Fecha
19:00
19:00
19:00
19:00
19:00
19:00
19:00
Email:
museudocafe@campinas.sp.gov.br
Telefone:
(19) 3296-1104
Categorias
Lazer e Entretenimento
Coleções:
Ao ar livre Observação de Aves