Centro de Ciências Letras e Artes - CCLA



 

História:

Fundada por Cesar Bierrembach, a instituição foi constituída em 31 de Outubro de 1901 na cidade de Campinas, com o intuito de ser uma entidade cultural particular e sem fins lucrativos. Era formada por um grupo de cientistas, artistas e intelectuais vinculados, quase todos, na época, ao Colégio Culto à Ciência ou ao Instituto Agronômico de Campinas, com o objetivo de reunirem-se para estudos e produções científicas e artísticas. Esta proposta como ideal foi pioneira em termos de Brasil no começo do século XX. 
A criação de uma biblioteca própria foi uma sugestão surgida no início das atividades do CCLA e atualmente é composta por livros, revistas, jornais, boletins, teses, separatas e folhetos, ligados às áreas de Literatura e Ciências Humanas. Posteriormente foram criadas uma Pinacoteca , dois museus dedicados aos campineiros Carlos Gomes e Campos Sales, maestro e ex-presidente da república, sala de leitura, vitrine cultural e um auditório, que recebeu espetáculos relevantes como o Monólogo de Procópio Ferreira, entre outros. 
A primeira sede do CCLA, na Rua Barão de Jaguara, nº 23, foi aberta em 1902 e a segunda inaugurada em 31 de outubro de 1908 foi desapropriada e demolida pela Prefeitura de Campinas com o alargamento da Rua Francisco Glicério no início dos anos de 1940. Com a indenização recebida começou a construção da atual sede social na Rua Bernardino de Campos esquina com a Av. Francisco Glicério inaugurada em 09 de junho de 1942. 
Edificada em estilo Art Déco, termo de origem francesa que se refere a um estilo artístico de âmbito internacional, originado na Europa a partir dos anos de 1910, com seu apogeu após a Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas, em Paris no ano de 1925. O Art Déco nasceu da expressão “arts decoratifs”, afirmado nas artes visuais, nas artes aplicadas- designs de interiores e de mobiliários, entre outros, no desenho industrial, na moda, no cinema e especialmente na arquitetura, onde teve presença marcante. 
Este estilo acabou por utilizar-se de vários outros movimentos que ocorriam quase simultaneamente no início do século XX, como o cubismo pelas formas retas e geométricas, o modernismo, a art nouveau e o futurismo. A classe média e a alta sociedade brasileira se identificaram em suas edificações com o estilo Art Déco considerado na época elegante, funcional e contemporâneo em contraposição ao ecletismo adotado pela antiga oligarquia cafeicultora. 
 As fachadas contêm as características dos desenhos em ângulo reto, o que corresponde às aberturas de vãos de portas e janelas, e as ferragens que as compõem contém os detalhes adornados com formas geométricas e simétricas (formas quadradas e escalonadas). No geral as construções deste período que seguiram esta tendência de estilo eram industriais, de serviços ou monumentais (governo), com alguns exemplares residenciais.
Processo de tombamento Nº 28/2008 - CONDEPACC

Henrique Anunziata Historiador/CSPC/SMC/PMC

Visitação mediante a agendamento, fecha para almoço das 12h às 14h.

Local:
Rua Bernardino de Campos, 989 - Centro, Campinas
Horário de funcionamento:

# Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
Abre
09:00
09:00
09:00
09:00
09:00

Fechado

Fechado

Fecha
17:30
17:30
17:30
17:30
17:30

Fechado

Fechado

Site/Blog:
http://ccla.org.br/
Email:
ccla@ccla.org.br
Telefone:
(19) 3231-2567 / (19) 3232-7119
Categorias
Lazer e Entretenimento