Busto Leopoldo do Amaral



 

Leopoldo Augusto do Amaral Gurgel nasceu em Campinas, em 20 de dezembro de 1856.
Foi jornalista e historiador, autor de artigos e crônicas para jornais. Escreveu várias de suas crônicas para o jornal “Gazeta de Campinas”.
Foi correspondente do jornal “A Província de São Paulo”, funcionário municipal e padrinho do jornal “Correio popular”.
Foi chamado de  “Repórter número 1 de Campinas” e o "Cronista da cidade”.
É considerado o mestre do “bairrismo” campineiro, descreveu em estilo fluente e agradável os acontecimentos históricos da cidade de Barreto Leme. Relatou em uma de suas obras a presença do imperador Dom Pedro II e sua comitiva na inauguração do Ramal Ferroviário de Caldas, Estrada de Ferro Mojiana.
Foi autor de “A cidade de Campinas em 1900”, uma coletânea de informações gerais, editada pela Cada Livro Azul de Campinas. Nesses escritos, Leopoldo Amaral faz desfilar ante nossos olhos toda uma infinidade de figuras célebres que traçaram a história de Campinas ao longo daquele período decisivo para a definição do perfil da cidade, aqueles anos que se estendem entre as três últimas décadas do século XIX e as primeiras décadas do século seguinte. Mostra-os, inclusive em sua intimidade, pois Amaral, como jornalista e como ativo integrante da vida cultural, social e política da urbe, teve oportunidade de conviver com todos eles, de lhes testemunhar momentos de humor, de entusiasmo, de desalento.
 Também escreveu “Carlos Gomes e Sua primeira Ópera”; “Campinas Recordações”, entre outros livros.
 Contribuiu com suas atividades de historiador para a construção da história de Campinas, relatando tudo o que teve oportunidade de presenciar e vivenciar na cidade.
 Faleceu em 31 de maio de 1938.
 O busto do jornalista e historiador Leopoldo Amaral está situado na praça Imprensa Fluminense, no bairro Cambuí.

Local:
Praça Imprensa Fluminense, S/N- Cambuí, Campinas

Sempre Aberto

Categorias
Patrimônio Histórico