Largo do Pará



 

Localizado entre as ruas Barão de Jaguará e Duque de Caxias e avenidas Francisco Glicério e Aquidabã

O Largo do Pará possui uma área de 9.930 metros quadrados, com coreto, chafariz e playground. O Largo do Pará teve vários nomes ao longo de sua história, sendo a primeira delas "Independência", no ano de 1848.

A denominação "Pará" foi dada pela Câmara Municipal em 1896, em homenagem ao maestro Carlos Gomes, cidade onde morou e faleceu. O nome substituiu a então denominação "Largo do Tanquinho". Em 1927, por ocasião do bicentenário do café, o Largo do Pará recebeu um monumento em homenagem ao café, já que Campinas foi o mais importante centro produtor de café do país.

Finalmente, depois de receber diversas outras denominações, a nomenclatura "Pará" voltou a designar o Largo, conforme Lei nº 515, de abril de 1937.

Por medidas de ordem sanitária e também em razão da modernização urbanística da cidade, o Largo do Pará foi arborizado e ajardinado em 1899, contornando-se assim os constantes carreamentos de terra provocados por chuvas fortes, ao mesmo tempo em que se marcava uma nova concepção de espaço público, pautada pela "sociabilidade laica e autônoma dos jardins", expressão-síntese da vida burguesa, urbana, industrial e moderna.

Local:
Avenida Francisco Glicério

Sempre Aberto

Site/Blog:
http://www.campinas.sp.gov.br/sobre-campinas/atracoes-naturais-largos-e-pracas.php
Categorias
Patrimônio Histórico
Coleções:
Ao ar livre